Conectando Você a Nova Era
                                                   24 horas orando JUNTO COM Você.

Rádio Gotas de Vida

Gigantesca bola de fogo cruza cidades da Região Sudeste do Brasil

02 SET 2014
02 de Setembro de 2014
Uma gigantesca bola de fogo rasgou o céu de diversas cidades brasileiras na noite de segunda-feira, produzindo um forte clarão observado desde São Paulo até Minas Gerais. De acordo com a BRAMON, este é um dos maiores bólidos já registrados pelas câmeras de vigilância da instituição.

A rocha entrou na atmosfera terrestre por volta das 19h07 BRT e cruzou parte da Região Sudeste do país vinda provavelmente do sul-sudeste no sentido Norte-Noroeste.

Em diversas cidades houve relatos da bola de fogo, inclusive na capital paulista. Testemunhas disseram que durante o tempo de observação a luz o objeto parecia variar do amarelo no início da trajetória ao branco-azulado nos momentos finais. Nenhum relato, no entanto, confirma a ocorrência de algum estrondo sônico.

Segundo a internauta Adnaloy Andrade, de Pouso Alegre, cidade localizada no sul de MG, a bola de fogo era tão grande e brilhante que chegou a pensar que ia cair sobre sua cabeça. Para Adnaloy, foi assustador e lindo ao mesmo tempo.


Monitoramento
De acordo com informações prestadas pela Rede Brasileira de Observação de Meteoros, BRAMON, este é um dos maiores bólidos já registrados pelas câmeras de vigilância da entidade. Segundo a BRAMON, três câmeras registraram o momento da ruptura, duas delas instaladas em Campinas, SP, e outra em Mogi das Cruzes, SP.

Mapa da pasagem do meteoro sobre São Paulo e Minas Gerais
Clique para ampliar


Uma análise inicial feita por Carlos Apodman Bella, ligado à BRAMON, mostra que a altitude final antes da fragmentação ficou abaixo de 38km , considerada bastante baixa para um meteoro.

A triangulação das imagens permitiu aos especialistas da BRAMON traçarem um shape aproximado da orbita do meteoro, revelando que antes de se chocar contra a alta atmosfera da Terra a rocha orbitava para além do planeta Marte, o que significa que pode ser um dos inúmeros fragmentos pertencentes ao Cinturão de Asteroides.


BRAMON
A BRAMON é uma iniciativa dos pesquisadores independentes Eduardo Plácido Santiago, André Moutinho e Carlos Augusto de Pietro, que em outubro de 2013 iniciaram o projeto de uma rede de monitoramento de meteoros. Menos de um ano depois, a BRAMON é hoje referência em sua área de atuação.

Com cerca de 16 câmeras ativas, a entidade vem obtendo um ótimo índice de registros de eventos de grande porte como este e a taxa de captura de bólidos tem sido de um por mês, o que supera largamente as expectativas iniciais.

Até final do ano as previsões apontam a implantação de mais 5 câmeras em todo território nacional, realizando uma cobertura sem precedentes dos eventos magníficos que eram subestimados nos céus brasileiros.

Se você tem interesse em participar da BRAMON e também quer montar uma estação de vigilância dos céus, entre em contato com a BRAMON através do email: bramon@bramon.com.br.

Veja o vídeo no Link abaixo:

Fonte: http://www.apolo11.com/cometa_73p.php?titulo=Gigantesca_bola_de_fogo_cruza_cidades_da_Regiao_Sudeste_do_Brasil&posic=dat_20140902-100514.inc

Voltar

Rádio Gotas de Vida - Conectando Você a Nova Era.
24 horas Orando JUNTO COM Você.
Uma verdadeira escola de ensinamentos mediúnicos